bri-5.png

Linha editorial

Uma editora que busca colaborar com a ampliação da diversidade do mercado editorial brasileiro, publicando autores nordestinos com o objetivo de garantir-lhes visibilidade, assessoramento editorial e publicações com design, produção gráfica e impressão de qualidade. O Bagageiro delimita sua linha editorial na publicação de textos de memórias em língua portuguesa, de autores brasileiros, nordestinos e baianos, nos gêneros conto, poesia, romance, crônica, ensaio, crítica textual e roteiro. Destacamos a atenção da editora para as propostas de publicações de livros infantis e juvenis. Projetos editoriais de pesquisa e memória. Publicação de pesquisas acadêmicas e projetos especiais. 

Neste trabalho teorizo e analiso questões de pesquisas realizadas entre 2015-2018, acerca das ocorrências e dos desafios que os multiletramentos, através de práticas de escritas colaborativas no Facebook impõem ao ensino tradicional – analógico de leitura e escrita – até então, presentes nas ações pedagógicas da escola de educação básica. A presença cada vez mais prematura e efetiva de aplicativos de redes sociais nos cotidianos familiar e social tem promovido deslocamentos linguísticos, culturais e cognitivos nesta geração de “conectados”. Isto, por sua vez, fez com que eles – nativos digitais – absorvessem as vicissitudes das linguagens sociossemióticas provenientes das vivências on-line. Estes “cidadãozinhos digitais” fazem novas provocações às metodologias do ensino de escrita, cristalizadas e defendidas pela escola, contrariando a geração de praticantes de multiletramentos na web. 

Robério Pereira Barreto

E-book_Robério.png

Professor Doutor da Universidade do Estado da Bahia, escritor e pesquisador.

COMUNICAÇÕES LITERÁRIAS: REGISTROS REFLEXIVOS” é um livro inovador que contém produções individuais, autorais, de estudantes de pedagogia e de docentes da universidade.


Os textos dos estudantes foram produzidos a partir do território criativo das palavras, desvendados por seus escritores, partindo de estudos e vivências de seus autores, apresentando as avaliações, historiadas em pequeno escritos, em pequenos fractais, com autoanálise, descrevendo um pouco sobre o caminhar particular dos acadêmicos no componente curricular LIJ, trabalhado em 2019, utilizando-se para tanto da criatividade presentes em diversos gêneros textuais, deixando assentado a comunicação literária. As produções dos estudantes são tessituras firmadas em formatos de cartas e poemas, reveladas através da beleza semiótica e da arte de um dizer peculiar.


Além dos textos dos estudantes, o livro conta com artigos de professores pesquisadores, convidados, das áreas de formação e linguagem, trazendo aspectos originais para a arquitetura da obra. 

Miriam Passos

Organizadora. Professora Mestra da Universidade do Estado da Bahia e escritora.

capa.png

Clique para ouvir o Podcast do livro ''Comunicações Literárias''

00:00 / 03:15

"Ainda não atinei com os motivos que levaram José Carlos Vaz - ou simplesmente Vaz - a escolher-me para prefaciar seu livro. Admito a hipótese de que a deferência vise homenagear a mim, o amigo conterrâneo que sempre se interessou pelos seus curiosos casos relacionados com nossa terra natal - nossa querida Jequié. Ou seria ainda pelo respeito demonstrado para com os seus arroubos, pertinácia e feitos de homem determinado perante os maiores desafios? Ou,finalmente, a ecolha de meu nome teria sido motivada pelas ‘‘ confabulações filosóficas esporádicas’’ que de vez em quando ou quando em vez, nos atinamos para levar a cabo a presente empreitada?

Catarse é um convite para a purificação do nosso ser, de tudo quanto os nossos  sentidos tem visto e ouvido das mazelas da vida.  Induzo-o a você leitor, deliciar-se e purificar-se com estes  belos poemas."

capa.png

Jorjão Rocker

Prefaciador do livro Catarse

"E o que é a poesia senão o despertar para a importância das pequenas coisas? A poesia de Flor de lis nos esclarece esta questão de uma forma tão clara, que ao terminar a leitura nos percebemos envolvidos numa ternura sem igual. Recordar momentos, reviver sentimentos e conhecer melhor suas pessoas nos transportam para algo familiar. Sua linguagem clara e afetiva faz com que sintamos sua poesia como se fosse nossa, pois nos colocamos em cada palavra, cada saudade, cada emoção...Isso não é de se estranhar,  pois a poetisa em questão é o afeto em pessoa, seja no campo profissional,  como educadora dedicada e defensora das causas sociais, seja no pessoal, como mulher amorosa, justa e honesta consigo e com o outro. O livro explora temáticas diversas, que passeiam entre reflexões pessoais, saudades, amores e amizade, além do orgulho. Orgulho sim! De se reconhecer mulher negra, mãe, professora,  militante, enfrentando uma sociedade cada dia mais desigual."

Danielle Vieira

Prefaciadora do livro 

capa.png

"O livro Memoriais em rede: tessituras enunciativas, panoramas e protagonismos tem como finalidade apresentar o memorial e seu universo a partir da escrita das lembranças e dos aspectos relacionados aos registros de situações e trajetórias pessoais, profissionais, versando sobre notas, acontecimentos, pesquisas, vivências que oportunizaram pensar e transferir para o papel os vocábulos, tecendo, dando forma ao texto escrito. A proposta nasce do desejo de expor o registro sobre memoriais, por acreditar na escrita e na leitura que forma e transforma; por considerar esses escritos instrumentos importantes, de formação, de descrição, de aprendizagens, trazendo à baila comentários que possam contribuir com os saberes dos (as) leitores (as) numa rede interativa de trocas, pois, por certo, a leitura proporciona interatividade e, a partir dela nos damos conta do processo ao qual se apresentam as informações e conhecimentos necessários para o debate de todas as ordens.''

Os organizadores

Design sem nome.jpg

Conselho Editoral

Nosso selo está comprometido com publicações acadêmicas, literatura infantil e literatura brasileira nas categorias: crônica, conto, romance e poesia. Nosso objetivo é promover a produção escrita de autores baianos, com carreira independente ou que desejam ser agenciados pela Editora Bagageiro.  

 

O Conselho Editorial da Editora Bagageiro é composto por especialistas de notória capacidade e de reconhecimento nacional e internacional nas áreas da linha editorial da Editora Bagageiro. Tem função consultiva e pode ser chamado para dar parecer em material submetido para publicação, dar sugestões na linha editorial da Editora e sugerir números temáticos e projetos especiais. 

RECEBA INFORMAÇÕES SOBRE PUBLICAÇÕES, EDITAIS E EVENTOS LITERÁRIOS

Obrigado pelo envio!

capa ok.jpg

Isso é Arte de mulher!

Livro-experiência justificado em duas razões: um de natureza técnico-científica e outra de natureza político-social. Em primeiro lugar pretende-se que este e-book contribua com a produção teórica sobre arte em ambientes digitais para aqueles dispostos a compreenderem melhor a temática e/ou desejem se utilizar dos resultados para pôr em prática uma forma dinâmica de comunicação e acesso do público a sua produção. Por seguinte, os relatos de artista contidos aqui assumem e reconhecem a importância de políticas de apoio ao fomento e distribuição do trabalho artístico, ou seja, imagina-se que se faz importante na medida em que levanta reflexões e discussões que possam vir a contribuir com o despertar da consciência coletiva sobre a importância de se conectar de forma mais acessível acerca das artes visuais. Tendo ainda a perspectiva de que este livro se entrelaça com questões de gênero tais como o fazer e saber feminino e suas memórias transversais.

PUBLICAÇÃO

COLETIVA

COMO PUBLICAR COM A EDITORA BAGAGEIRO?

PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE

A Editora Bagageiro faz a gestão da produção editorial para o autor. Isto é, cuida de diagramação, registro de obra, revisão, capa e impressão do livro com um orçamento acessível.  O autor é dono absoluto dos direitos autorais e responsável pelo conteúdo da obra.

PUBLICAÇÃO AGENCIADA

Através de contrato de publicação e agenciamento, a Editora Bagageiro assume a produção editorial do livro e o gerenciamento de careira do escritor pelo prazo mínimo de 24 meses e tem participação sobre as vendas diretas (livros) e indiretas (eventos e projetos), tem participação nos direitos autorais.