Conheça a escritora Laiara Lacerda: quando o feminino ecoa da alma.

Atualizado: Jun 17



Baiana do interior do Recôncavo, filha da terra de Santo Antonio de Jesus, amante da fotografia. Advogada pós-graduada em processo e direito civil, é assim que Laiara Lacerda se apresenta ao mundo. Pesquisadora e criativa, Laiara se debruça sobre a relação corpo-natureza e desenvolve

projeto fotográfico e poético sobre a memória do corpo feminino (@descortina_).



Durante a pandemia seu processo criativo ganhou novos suportes e sua participação em projetos de arte alavancou com as múltiplas possibilidades de encontro permitidas pelo ambiente virtual. Em um deles, Respiros poéticos, é possível visualizar sua obra ''Barros'' "A idealização de um livro-c.asa. O percurso começa com a criação orgânica da asa a partir da costela de adão de uma “dona de casa” (Monstera), que pinta um corpo-barco – que será decomposto com a impressão argila- corpo- tecido, gerando um ventre ao reintegrar instintos primitivos.''


Outro destaque sobre o trabalho de Laiara Lacerda pode ser encontrado no livro Atelier expandido onde a autora descreve seu processo criativo no texto Espada de são São Jorge. Agora chegou a vez do público conhecer a história de Dinah, personagem do livro de estreia de Laiara Lacerda que pode ser adquirido diretamente com a autora pelas suas redes sociais.


''Diná é uma personagem bíblica, filha do patriarca hebreu Jacó com Lia. Um dia, Diná saiu para ver as filhas da terra, mas foi raptada e violada pelo príncipe Siquém. Jacó permitiu o casamento, mas os irmãos Simeão e Levi, patriarcas bíblicos tribais, entraram afoitamente na cidade e mataram todos os homens não circuncidados. Uma vingança que demonstra a força patriarcal desse povo Antigo. Mas Dinah agora conta a história de Judith, uma boa moça cristã, boa filha de boa família, boa esposa, mas sem irmãos para honrá-la. Sutilezas brutais lhe cercavam e Judith estava completamente inconsciente disso. Predadores produzidos por uma sociedade adoecida aparecem para confundir a cabeça da jovem abandonada.''


Acompanhe mais informações sobre a autora nas redes sociais:

Acesse: https://linktr.ee/descortina_

Instagram: https://www.instagram.com/la.iara_/?hl=tr